Marpic,Lda - Urb. Vale do Alecrim, Lt. 113 Apartado 501 2959-909 Pinhal Novo info@marpic.pt
+351 21 238 98 80

Qual a profundidade da piscina ideal para si?

Qual a profundidade da piscina ideal para si?

Se o seu próximo grande projeto em casa é construir uma piscina no quintal, provavelmente já começou a analisar o terreno, já começou a pensar nas dimensões e no modelo da piscina, bem como no tipo de material que irá utilizar na sua construção. Outra grande decisão que agora terá de tomar é quanto à profundidade da piscina!

E como escolher a profundidade da piscina ideal para si? Na verdade, não há uma regra estabelecida para a determinar. No entanto, há vários fatores a ter em conta, como os custos que pretende ter com a construção da piscina, as medidas da mesma (largura e comprimento) ou até o perfil e objetivos de quem irá utilizar este espaço.

Saiba agora como deve ponderar a profundidade da sua piscina!

 

Qual a profundidade da piscina mais utilizada?

Em condomínios ou residências, as piscinas tendem a ser construídas com uma zona mais rasa, que vai aumentando gradualmente quanto à profundidade. Neste sentido, é importante ter em conta:

  • A zona de profundidade mais baixa não é importante apenas para famílias com crianças. Esta zona é onde toda a família passa mais tempo, pois é nesta área que consegue relaxar, jogar e divertir-se em conjunto. A profundidade da piscina nestas áreas pode variar, sendo que as medidas mais comuns variam entre 1m e 1,30m.
  • A zona mais funda é ideal para nadar e mergulhar, pelo que a profundidade nesta área tende a ser entre os 1,50m e os 1,80m.

Do mesmo modo, poderá ainda investir numa piscina anexa à piscina principal, especialmente dedica às crianças. Em média, estas piscinas têm entre 40 a 50 centímetros de profundidade.

 

Que profundidade da piscina devo escolher?

Antes de equacionar a profundidade da sua piscina, deve pensar em alguns fatores determinantes para uma correta decisão.

Por um lado, deve ter em conta que quanto maior for a piscina, mais profunda tende a ser, principalmente numa das suas áreas. No entanto, uma piscina com maior profundidade irá também aumentar os seus custos, não só de construção, como também no que diz respeito aos custos de revestimento, de água, de tratamento com produtos de tratamento da água e também em aquecimento.

Do mesmo modo, para decidir a profundidade da piscina deve ponderar quem a irá utilizar, e como o fará. Se, por exemplo, a piscina for muito utilizada por crianças, a sua profundidade deve ser menor, mesmo na zona mais profunda, de forma a evitar quaisquer acidentes. Se, por outro lado, a piscina só for utilizada por adultos, a própria área rasa poderá ter uma profundidade um pouco mais acentuada.

Além disso, se a piscina for muito utilizada para a prática de desportos aquáticos, como natação, ou até mergulhos por lazer, a piscina não só deve ser maior como a sua área mais funda deve ter uma profundidade acentuada. No entanto, se preferir ter uma piscina de menores dimensões, poderá sempre instalar um sistema de natação contracorrente, que lhe permite nadar sem sair do mesmo lugar.

 

Defina a profundidade da piscina perfeita para os seus objetivos e avance já com este sonho!

Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *